Acesso ao site do MPF
Banner do site com Brasão da República

Atendimento
ao cidadão:

Segunda à Sexta:
08h às 15h


Escala de Plantão
Escala de Plantão
GRU
MPF/SE nas redes sociais


Ministério Público Federal no Brasil

Notícias

22/06/2015 - MPF/SE, PF/SE e MPS desarticulam esquema de fraudes em benefícios de aposentadoria e pensão por morte

A Operação “Cérbero” foi deflagrada nesta segunda-feira, 22 de junho, no município de Lagarto/SE

A força-tarefa previdenciária integrada pelo Ministério Público Federal, Polícia Federal e Ministério da Previdência Social desarticulou, hoje, 22, na cidade de Lagarto/SE, esquema especializado em fraudar benefícios de aposentadoria por idade e pensão por morte previdenciária rural.

O grupo, que vinha atuando pelo menos desde 2013, era formado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto, um intermediário e uma servidora da Previdência Social de Lagarto.

O modus operandi consistia na captação de pessoas do meio urbano, inclusive de outro município e unidade da federação, com comprovação de atividade rural por meio de declaração de atividade rural emitida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto-SE, baseada em contratos de comodato, meação, parceria ou arrendamento rural extemporâneos e não fidedignos, prova material de atividade rural falsificada e entrevista rural com declarações falsas para homologação da declaração do Sindicato pelo INSS.

Em nome das pessoas beneficiadas constam até 04 benefícios indeferidos na via administrativa e até na via judicial.

A grande maioria dos benefícios tem empréstimo consignado com valor entre R$ 5.000,00 e R$ 8.000,00, logo após a concessão, para pagamento aos mentores da fraude.

Em 111 benefícios analisados o prejuízo é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) até o momento, podendo esse valor ser superado em razão da continuidade das investigações.

Foram cumpridos 02 mandados de prisão (preventiva), 05 mandados de busca e apreensão e 01 medida cautelar de impedimento a acesso de processos concessórios arquivados na APS Lagarto.

Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa com penas que podem variar de 02 a 08 anos de reclusão.

A operação contou com a participação de 40 Policiais Federais e 12 servidores do Ministério da Previdência Social.

A operação foi denominada CÉRBERO em alusão ao cachorro de três cabeças da mitologia grega.

 

Informações da  Assessoria de Comunucação da Polícia Federal em Sergipe


 


Av. Beira Mar, 1064, 13 de julho, Aracaju-SE. CEP: 49020-010. PABX: (79) 3301-3700.
Acesso Restrito Voltar à página Inicial Menu de Opções Acesso ao sítio adaptado aos portadores de necessidades especiais Licitações Peças Processuais Artigos Concursos Notícias Denúncias Procuradoria Regional Eleitoral Contas Públicas Plan-Assiste Campanhas da PR/SE Links Institucional Procuradoria dos Direitos do Cidadão Voltar à página Inicial